dhaliwal2_MAURO PIMENTELAFP via Getty Images_workers disinfect road Mauro Pimentel/AFP via Getty Images

Aprendendo com o lockdown

CAMBRIDGE – Como tantas outras coisas, o desenvolvimento internacional vem sendo fortemente prejudicado pela pandemia do coronavírus. Como podemos usar estas lições para reformular o setor, em vez de voltar ao status quo?

Para começar, a crise nos lembra de que a natureza ainda reina suprema, e isso deveria nos fazer ampliarosesforços para amenizar e nos adaptar a outras ameaças sistêmicas, em especial a das mudanças climáticas, que continuarão a ser a maior ameaça ao desenvolvimento. Segundo o Laboratório do Impacto Climático, o aquecimento global pode levar a até 1,5 milhãodemortesamais por ano na índia até 2100, algo comparável à mortandade de todas as doenças infecciosas juntas. Além de aplicar nosso conhecimento científico atual aos problemas existentes - que incluem desde a melhora da auditoriaambiental ao uso de tiposdearrozresistentesaenchentes –, temos de acelerar inovações que reduzam emissões de dióxido de carbono e poluição e ajudar comunidades a se adapatar às mudanças climáticas, além de providenciar acesso a energia limpa. E, o mais importante, temos de criar e avaliar novas iniciativas, além de ampliar a escala daquelas de maior impacto.

A pandemia também nos mostrou que a saúde pública é mais do que transtornos de saúde física. Para muitas pessoas - em especial nos países em desenvolvimento –, ficar em casa simplesmente não é uma opção segura. A expectativa é que a violência doméstica, que inclui tanto abuso físico quanto emocional, aumentebastante como resultado dos lockdowns. Longos períodos de isolamento podem agravar a ansiedade, depressão e outras doençasdesaúdementalrelacionadas. Não só isso, pessoas que lutam contra o vício estão tendo dificuldades em obter o apoio de que necessitam. Em vez de esperar que esses problemas simplesmente desapareçam quando quer que os lockdowns sejam suspensos (não vão), temos de reconhecer que há tempos a saúde mental é um tema escanteado nos debates sobre políticas públicas.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/CceJJaopt