tyson90_Alexander PohlNurPhoto via Getty Images_equalpaygenderequalityprotest Alexander Pohl/NurPhoto via Getty Images

A situação actual das mulheres

BERKELEY – Apesar de uma profunda recessão em 2008 e da lenta recuperação que se lhe seguiu, as duas primeiras décadas do século XXI foram na sua generalidade um tempo de evolução económica na maioria das economias avançadas. O PIB per capita real (ajustado pela inflação) na OCDE cresceu a uma taxa anual composta de 1,15% entre 2000 e 2018, e os níveis do emprego subiram de forma sustentada, atingindo máximos históricos nalguns países.

Mas esta prosperidade crescente não foi partilhada de maneira uniforme. O crescimento dos salários médios reais foi significativamente mais lento do que o registado entre 1995 e 2000, e o crescimento do salário mediano real foi ainda mais lento. O trabalho tornou-se menos seguro, e as taxas de pobreza (mesmo considerando os impostos e prestações sociais) aumentaram. Além disso, as diferenças de género no emprego e nos salários estreitaram-se mas permaneceram importantes, e as mulheres continuaram a ser confrontadas com desafios específicos enquanto trabalhadoras, consumidoras e aforradoras.

Consideremos o historial das mulheres trabalhadoras. O emprego total em 22 economias avançadas alcançou máximos históricos no início de 2020 (antes da pandemia da COVID-19). Havia mais 45 milhões de empregos em 2018 do que em 2000, e dois terços destes eram exercidos por mulheres. A taxa de participação feminina na mão-de-obra cresceu em toda a OCDE, com excepção da Noruega – onde já era superior à média – e dos Estados Unidos, onde decresceu de 60% em 2000 para 57% em 2018. Uma comparação das tendências do emprego feminino na Europa e nos EUA indica que as melhorias nas licenças remuneradas de maternidade e paternidade estimularam a participação feminina na mão-de-obra, ao passo que a evolução do emprego feminino nos EUA foi travada pela ausência de tais políticas em muitos estados.

We hope you're enjoying Project Syndicate.

To continue reading, subscribe now.

Subscribe

or

Register for FREE to access two premium articles per month.

Register

https://prosyn.org/LSOzrZopt